fbpx

Contas pessoais x contas da empresa: como separar?

Uma grande parcela dos empresários não faz ou tem dificuldade na separação correta das contas pessoais x contas da empresa, levando a diversos problemas ao negócio. As MPEs Acompanhe agora o conteúdo e saiba os problemas e causado pela má separação e os benefícios trazido quando feito de forma correta.

Problemas por não separar contas pessoais x contas da empresa

1. Falência

De acordo com dados do SEBRAE, uma pesquisa em 2020 apontou que as MPEs (Micro e Pequenas Empresas) possuem as maiores taxas de mortalidade dentro de 5 anos em nosso país, onde MEI (Microempreendedor Individual) possui taxa de 29%, as ME (Micro Empresas) 21,6%, e as EPP (Empresas de Pequeno Porte) possuem 17%.

2. Problemas fiscais

A má separação entre contas pessoais x contas empresariais gera problemas não só internos a empresa, mas também com a Receita Federal, que é bastante rígida com as declarações, impostos e tributos.

Por isso, atente-se, uma pequena confusão ou erro entre a conta pessoal e jurídica poderá implicar em grandes penalidades da Receita, como multas e impedimentos legais.

3. Desinformação sobre o andamento da empresa

Utilizar o dinheiro o caixa da empresa para quitar contas pessoais dificulta o acompanhamento da empresa, ou seja, saber seu lucro, se está se desenvolvendo positivamente, além da dificuldade em gerir os gastos das empresas.

Assim, terá muita dificuldade em fazer com que sua empresa desenvolva, possivelmente não irá conseguir fazer as melhores escolhas ou mesmo falta de recurso para novos investimentos.

Como fazer a separação entre contas pessoais x contas da empresa

Agora já sabe os problemas gerados pela má separação entre essas contas, vamos para os passos necessários para fazer essa separação de maneira correta.

Tenha contas distintas

Ter contas pessoais diferentes das contas da empresa é o primeiro passo, além de ter mais possibilidades de benefícios com sua conta jurídica nos bancos, principalmente em questão de investimentos.

Com essa separação, você ainda conseguirá acompanhar exatamente todas as entradas e saídas de dinheiro, desde a folha de pagamento até gastos mensais da empresa.

E como já falado, não use da conta da empresa para pagar contas pessoais e busque não contar com o dinheiro da empresa como “seu”, pensando em utiliza-lo para algo pessoal.

Planejamento financeiro

Tenha todo um planejamento financeiro, saiba exatamente seus lucros e despesas, para assim, fazer escolhas corretas, identificar melhores investimentos, acompanhar o desenvolvimento de sua empresa e até mesmo identificar falhas ou problemas que antes não foram identificados.

Defina seu salário

Com todo planejamento financeiro feito, você pode definir o seu “salário”, podendo ser um valor fixo ou mesmo uma porcentagem sobre os ganhos daquele mês ou período determinado.

De acordo com o cenário e o desenvolvimento de sua empresa, você escolherá a melhor opção para você e para seu negócio.

Peça ajuda profissional

Contratar um profissional é sempre indicado, ainda mais em questões empresariais. Pois com alguém especializado, terá todo um auxilio para um bom planejamento, tanto em relação a contas, quando tributários, gerenciais, processos, e etc.

Não fique deixando pra depois, traga inovação e boas mudanças para seu negócio o mais rápido possível. Comece hoje a fazer diferente, para que o resultado venha também mais rápido.

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cadastre e receba conteúdos exclusivos.