NAMING: ESCOLHA O MELHOR NOME PARA SUA MARCA

Criar um nome para o seu negócio é algo complicado e que muitas pessoas não dão o devido valor. Existe um processo que vai te ajudar muito com isso, o Naming, que significa literalmente dar nome a algo. Ele é realizado seguindo diversos elementos com o objetivo de trazer o melhor resultado, como por exemplo um nome de um negócio, que precisa ser chamativo, ter relação com os serviços da empresa, entre outros aspectos. Conheça agora sobre essa estratégia e crie um bom nome para seu negócio.

O que é Naming?

Naming, de forma resumida, é estratégias que você segue para criar o melhor nome possível para o um negócio.

Nesse processo, existem muitos elementos que fazem com que a mensagem seja compreendida.

Elementos do Naming

Um nome quando citado transmite uma ideia mesmo que a pessoa que ouviu não conheça.

Essa é uma das coisas a se pensar quando for criar um nome, talvez essa primeira impressão é a que a pessoa vai levar pra sempre.

1. Nome curto e fácil

Criar um nome fácil e curto, aumenta a probabilidade de as pessoas lembrarem da sua marca apenas pelo nome.

Dessa forma, o nome fica na mente das pessoas sem que elas percebam.

Fazendo com que quando houver associações, ela já esteja com o nome da sua marca na ponta da língua.

2. Disponibilidade

Antes de dar o nome à sua marca, você precisa ter certeza de que não existe um outro negócio com o mesmo nome.

Porque para uma empresa estar legal, necessita que ela tenha um nome único, ou seja, que nunca foi registrado.

Além disso, deve-se pensar na exclusividade que é criar um nome novo, pois ninguém gostaria de sua marca ser confundida com outra não é mesmo!?

Então confira também a disponibilidade do nome em sites, redes sociais, domínio, e-mail, garantindo que não exista outra.

3. Não seja clichê

Para gerar ainda mais impacto ao ouvirem sua marca, fuja dos nomes clichês, pense em resultado ao longo prazo também.

Quando se entra em modinhas, muitos se esquecem que a moda passa, com isso o nome da sua marca pode não fazer mais sentido.

4. Pense nos significados das palavras utilizadas

Tome cuidado com o nome que vai colocar em sua marca, pense em nomes parecidos que poderiam ser confundidos.

Pensar também como o mercado vai reagir, para não acontecer como aconteceu com a Ford, que tentou importar o carro “Pinto”, mas não foi bem aceito.

5. Sonoridade e escrita

Busque ser o mais simples quanto a sonoridade e escrita do nome da sua marca.

Um bom teste é pedir as pessoas para escreverem como elas acham que o nome é escrito.

Isso te dará uma boa noção e direção da qualidade do nome pretendido.

Além disso, o nome precisa soar bem aos ouvidos, com naturalidade na pronuncia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *