cabo submarino brasil europa

CABO SUBMARINO QUE LIGA BRASIL À EUROPA

O ministério de Ciência, tecnologia e inovações anunciou que no dia hoje dia 1° de junho de 2021, vai começar a funcionar o cabo submarino que liga o Brasil à Europa. Foram gastos cerca de US$ 185 milhões (mais de 1 bilhão de reais de acordo com a cotação atual). Esse equipamento vai ser conectado de Portugal à Fortaleza, passando pela Guiana Francesa, Ilha da Madeira, Ilhas Canárias e Cabo Verde.

Cabo Submarino do Brasil

O cabo foi construído pela EllaLink com o apoio da RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa) e suporta cerca de 100 terabits.

O ministério aponta como uma das principais vantagens o fato de as informações não precisarem passar pelos Estados Unidos para chegarem à Europa.

Os cabos atuais são de fibra ótica, fazendo com que possam ser transportados todos os tipo de dados como internet, telefone e os demais dados.

Além de que com essa nova infraestrutura será mais fácil para de fazer a implantação do 5G no Brasil.

Benefícios

A EllaLink, empresa que realizou a construção do cabo, garante acesso de alta qualidade aos serviços.
Além de aplicações de telecomunicações por meio de uma conexão direta de alta velocidade e baixíssima latência.

De acordo coma empresa, através do uso do cabo irá diminuir a latência em 50% em comparação a conexão atual.

Essa estrutura será utilizada para fins de pesquisa, educação, serviços, nuvem e negócios digitais.

Importância dos cabos submarinos

Os cabos submarinos são utilizados para transmissão de sinais de telecomunicações por longas distâncias.

No Brasil ele é utilizado para interconectar toda a costa nacional, conectando por exemplo o Ceará aos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Os primeiros cabos submarinos foram instalados a mais de 160 anos.

No Brasil, a primeira linha de cabo foi construída ligando Rio de Janeiro à cidade de Petrópolis, onde o cabo possuía uma extensão de 50 km, mas apenas 15 eram submarinos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *